Onde Estão os Médicos no Brasil? – Dr. Magazine

Magazine (PDF)

Título: Médicos no Brasil
Autor: Márcia Rodrigues
Editora: Dr. Magazine
Ano: 2013
Nº de Páginas: 048
Tipo: Revista Digital
Formato: .pdf
Licença: Gratuito

Descrição

O grau de assistência no setor da saúde pode ser aferido com os índices de algumas pesquisas, como esta divulgada em fevereiro de 2013, que levantou os números da Demografia Médica no Brasil.

Patrocinada pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), e pelo Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp), o estudo concluiu que a média nacional é de dois médicos para cada mil brasileiros. Então, o índice é comparado com o de muitos países desenvolvidos, como o Reino Unido, por exemplo, que registra 2,7 médicos/mil habitantes? A resposta é: definitivamente não.

No Brasil de mais de 8,5 milhões de quilômetros quadrados, cerca de 7% dos municípios não possuem médicos morando em seus limites, e aproximadamente 25% tenha um médico para mais de três mil habitantes. Essa nítida desproporção foi mapeada recentemente por pesquisadores da Estação de Pesquisa e Sinais de Mercado (EPSM), ligada ao Núcleo de Educação em Saúde Coletiva da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

O estudo titulado ‘Identificação de áreas de escassez de recursos humanos em saúde no Brasil’, tomou como referência dados de 2010, obtidos nas capitais nacionais, e teve sua publicação feita em setembro de 2012. Conclui-se, assim, que o país vem mantendo nos últimos anos um trabalho embrionário no setor de atendimento em saúde de sua população.

Outro estudo, desta vez realizado pelo Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (Ipea) em 2011, mostrou que 58,1% dos 2.773 entrevistados consideram a falta de médicos o problema mais grave do Sistema Único de Saúde (SUS). E é em razão dessas pesquisas divulgadas que a revista Dr Magazine decidiu como reportagem de capa para esta edição a pauta “Onde estão os médicos do Brasil?”.

Nos últimos meses, a imprensa brasileira publicou uma série de reportagens abordando o novo programa do governo federal ‘Mais Médicos’, onde, dentre outras estratégias que norteiam esse plano, a principal delas é que num curto espaço de tempo – e de forma temporária – o governo pretende minimizar a falta de médicos no Brasil, tomando como aporte a vinda de profissionais estrangeiros para atuarem nas regiões que mais precisam de atendimento médico.

Experiências bem parecidas já acontecem há anos em países como a Inglaterra, que tem quase 40% de médicos estrangeiros, e o Canadá, com 22% que vieram de outros países para assistir ao seu contingente populacional.

Esta edição em especial, foi pensada com esse propósito: o de cumprir o papel do jornalismo que é o de informar todos os lados de uma mesma questão, identificando as figuras envolvidas e apontando o que está sendo estudado por todos eles, para justamente fazer do Brasil uma nação que cumpra o que a letra de seu hino diz: “verás que um filho teu não foge a luta”. E, nesse caso em específico, o nosso país não pode fugir dessa luta, a de cuidar da saúde de seu povo.